Aeronave é um Boing 737 da companhia Cubana de Aviación, transportava 104 passageiros e teria pegado fogo; há bombeiros no local do acidente e a imprensa cubana reporta três sobreviventes “em estado crítico de saúde”

Um avião, modelo Boeing 737, caiu nesta sexta-feira (18), logo após decolar do aeroporto internaconal de Havana, em Cuba, informou a TV estatal. De acordo com as primeiras informações, a aeronave levaria 104 passageiros, além da tripulação, e teria caído, em chamas, nas proximidades do Aeroporto Internacional José Martí, às 12h30 locais. Segundo a imprensa do país, há três sobreviventes em “estado crítico de saúde”.

Ainda de acordo com a mídia cubana, há dezenas de bombeiros na área rural, onde ocorreu o acidente, e alguns moradores se aproximam para auxiliar no resgate. O presidente de Cuba , Miguel Díaz-Canel, também está no local do acidente.

O voo tinha como destino a província de Holguín, a leste da ilha. Os destroços do avião estão perto da capital Havana, na localidade de Santiago de Las Vegas, a 13 km do centro da cidade.

 

Exterior do aeroporto José Martí, em Havana
Exterior do aeroporto José Martí, em Havana 

 

Segundo a CNN ,  testemunhas avistaram uma “grande bola de fogo” no céu, seguida de uma nuvem de fumaça perto do aeroporto nos arredores da capital.

Avião alugado por companhia aérea de Cuba

A Cubana de Aviación – companhia aérea nacional – teve de inutilizar parte de sua frota envelhecida por causa de questões de segurança, embora a causa do acidente desta sexta-feira seja desconhecida. Ainda de acordo com as informações do jornal Granma , o avião era da empresa italiana Blue Panorama e foi arrendado pela empresa aérea.

A Boeing, fabricante do avião acidentado, afirmou que está ciente do ocorrido em Cuba e monitorando a situação de perto.

FONTE: IG

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *